Curso de Redes Sociais - Inscreva-se Já!

Arquivos da Categoria: Caô

Facebook vai excluir “falsos curtir” em fanpages

A empresa Facebook está em alerta com o grande número de “falsos curtir” encontrados na rede social. Fonte: Noticias BR Em nota, a Facebook garante que vai combater essa prática excluindo os “curtir” que violem as regras da rede social. O “curtir” falso pode ser adquirido através de contas falsas e de softwares maliciosos. A Leia Mais

Perfis reais e ativos em redes sociais não chegam a 25%

Alguns Sites alardeiam números estratosféricos. Quantidade usuários é crucial para os negócios! Fonte: Globo Digital Facebook: 845 milhões de usuários ativos mensais, segundo a própria empresa, com 483 milhões ativos diariamente no site e 429 milhões ativos mensalmente nos celulares. Twitter: 350 milhões de tuiteiros, dos quais 100 milhões ativos. Google+: 90 milhões de adeptos. Leia Mais

Google+ é a cidade fantasma das redes sociais

O Google+ cresce velozmente em número de pessoas registradas, que já passam de 90 milhões, mas poucas realmente usam a rede social. Fonte: Exame Dados divulgados nesta semana pela comScore indicam que os mais de 90 milhões de inscritos no Google+ quase não usam a rede social. Segundo a empresa, o tempo médio de permanência Leia Mais

Americanas, Shoptime e Submarino podem ter suas páginas fora do ar por determinação judicial

Procon-SP quer tirar do ar sites das Americanas, Shoptime e Submarino. Fonte: Consumidores RS Foi publicada hoje no Diário Oficial do Estado de São Paulo uma determinação da Fundação Procon-SP em primeira instância para tirar do ar, por 72 horas, as páginas de comércio eletrônico A B2W Companhia Global do Varejo, responsável pelas empresas Americanas, Leia Mais

Empresas rejeitam candidatos por causa das redes sociais

De acordo com uma pesquisa realizada pela Reppler, uma consultoria especializada em gerenciamento de imagens nas mídias sociais, 69% dos recrutadores norte-americanos já rejeitaram um candidato devido a informações nos perfis de redes sociais como Facebook, LinkedIn e Twitter. A empresa entrevistou 300 profissionais de RH. Fonte: Correio do Estado O estudo afirma que mentir Leia Mais