Curso de Redes Sociais - Inscreva-se Já!

Eles são pagos para “curtir”, “favoritar”, postar, adicionar, twittar…

Para quem domina as redes sociais, tem noções de marketing empresarial e boa comunicação, há excelentes oportunidades no mercado de trabalho como analista de mídias sociais, o novo profissional da web. Fonte: O Povo Online

Realizar pesquisas com público-alvo através de blogs ou redes sociais como Facebook e Twitter; monitorar a marca nas mais diversas redes sociais; relacionar-se com os públicos de interesse da marca na web e responder a dúvidas de internautas. Estas são algumas das várias atribuições de um analista de mídias sociais, profissional cada vez mais requisitado por empresas que vêem a Internet e a ascensão das redes sociais como imprescindíveis para o sucesso em seus negócios.

E em tempos cada vez mais conectados, é essencial para toda empresa que a Internet esteja a seu favor. Segundo relatório da Ebit, empresa de consultoria especializada em comércio eletrônico, as vendas online movimentaram R$ 14 bilhões no ano passado e crescem 30% ao ano. Daí, a necessidade de um profissional que saiba onde encontrar consumidores para determinado produto.

“Hoje não basta mais ter um site. É preciso dialogar com consumidores e clientes, ouvir, se fazer presente. E as redes sociais são ideais para que as empresas e marcas possam se aproximar de seu público-alvo”, diz Fernando Alves, diretor executivo do Quartel Digital.

Só no Brasil, segundo dados do Comitê Gestor de Internet (CGI.br), existem 50 milhões de usuários de redes sociais. São espaços nos quais as pessoas buscam se agrupar por interesses e segmentam cada vez mais suas escolhas – o que, para as empresas, os tornam ideais para atingir consumidores. E é justamente aí que entra a função de analista de mídias sociais.

Para aqueles que não se desconectam da Internet nem por um instante e dominam as ferramentas das redes sociais não poderia haver mercado mais promissor que este, o da análise de mídias sociais. No entanto, a coisa não é tão simples quanto parece. Especialistas ressaltam que o domínio das ferramentas não é o suficiente, uma sólida qualificação profissional é imprescindível para desempenhar bem a função.

Mas qual é a formação esperada de um profissional que trabalha com mídias sociais? Eles podem vir do Jornalismo, da Publicidade, do Marketing, da Administração de Empresas, mas o mais importante é que tenham uma “visão multidisciplinar”, ou seja, uma noção de todas essas áreas, de acordo com Gabriel Ramalho, consultor de marketing e comunicação digital da Leme Soluções e Estratégias.

Mas ainda não é só isso. “É importante que o analista de mídias sociais saiba também gerenciar uma crise. A web agirá como porta-voz da empresa e esse profissional deve responder o mais rápido possível todas as questões levantadas pelos clientes. Agir prontamente num momento de crise é essencial para a resolução desta”, explica Beatriz Nogueira, analista de mídias sociais da AD2M Engenharia de Comunicação.

Outra analista e produtora de conteúdo para mídias sociais, a designer Rafaella Kalaffa, complementa. “O objetivo do meu trabalho não é só mostrar um produto, mas estar presente na vida dos clientes através das redes sociais”, analisa Kalaffa, que é especialista em atender clientes do segmento Moda (sim, já existe uma segmentação deste novo mercado).

Segundo Joicy Muniz, analista de mídias sociais da Web e Mídia, esse profissional tem o papel de “fortalecer a marca da empresa”, tornando-a cada vez mais atrativa tanto para os clientes quanto para quem ainda não a conhece.

O analista, de acordo com Gabriel Ramalho, deve ter um texto claro e comunicativo, além de noções de marketing. “É um profissional que surgiu da necessidade de buscar novas formas de relacionamento com os clientes na web”, frisa.

Para Fernando Alves, a movimentação no mercado online mostra a importância de estar onde o consumidor está. Ou seja, cada vez mais estar na Internet. Orkut, Facebook e Twitter são verdadeiros fenômenos de audiência no Brasil. Por isso o mercado está tão promissor para este profissional.

Curso de Redes Sociais

Postado por:

Vincent Benedicto: Diretor de SEO (Search Engine Optimization) e Marketing Online da Griff Art & Design.

1 Comentário to “Eles são pagos para “curtir”, “favoritar”, postar, adicionar, twittar…”

  1. Anderson disse:

    Muito boa a matéria parabéns…

  2. […] Prepare-se para um novo mercado de trabalho! Aprenda os Segredos do Marketing Online, suas estratégias, ferramentas, termos de linguagem e seja um Analista de Redes Sociais. […]

  3. […] Prepare-se para um novo mercado de trabalho! Aprenda os Segredos do Marketing Online, suas estratégias, ferramentas, termos de linguagem e seja um Analista de Redes Sociais. […]

Comente esse Post