Curso de Redes Sociais - Inscreva-se Já!

Facebook ainda é um desafio para empresas

Grande parte da população mundial não consegue ficar um dia sequer offline. Fonte: IT WEB
A necessidade de conexão faz com que as redes sociais ganhem cada vez mais destaque na internet. O conceito não é novo, já que desde os primórdios os homens se reuniam em volta da fogueira para compartilhar interesses e trocar informações.

Essa forma de interação acompanhou a evolução tecnológica e hoje se traduz em gigantes, como o Facebook – maior rede social do mundo, com 1 bilhão de usuários. Diante do cenário, as empresas têm cada vez mais necessidade de fazer parte do advento.

Gerenciar crise, monitorar preferências e realizar publicidade são alguns dos objetivos que as companhias buscam ao ingressar nas redes. Mas para isso, enfrentam o desafio de entender qual é a melhor forma de se portar nessa nova mídia.

Uma das principais dificuldades é lidar com as constantes mudanças pelas quais as redes sociais passam todas das semanas.

Para preencher essa lacuna, grandes empresas têm apostado em enviar os funcionários para participar de eventos focados em mídia digital para oferecer um treinamento específico.

Alexandre Formagio, CEO da Media Education, companhia especializada em produzir eventos com foco em mídia social e marketing digital, aponta que gestão de crise e métricas de monitoramento são as principais demandas do mercado hoje.

“Mesmo as empresas que terceirizam o monitoramento e gerenciamento nas redes enviam seus funcionários aos eventos para que estes consigam se comunicar e trabalhar em conjunto com as agências. É o caso da Unilever, por exemplo”. Ele destaca que o Facebook é a rede que mais chama atenção das companhias.

“Essa é a ferramenta de comunicação mais completa que existe, pois oferece diversas opções de anúncios. O Twitter é limitado e o Google Plus ainda está engatinhando”, conta.

Formagio ressalta que após a abertura de capital, a rede de Mark Zuckerberg está tentando aumentar a remuneração e por isso, o modelo de publicidade passa por mudanças praticamente toda semana. “Esse é um meio que está em constante mutação, por isso deixamos para fechar a grade de palestras bem perto do evento para não ficar defasada”, diz.

O Bradesco começou a monitorar as redes sociais em 2004. Mas somente no ano passado criou um departamento específico para tratar do tema. A equipe conta com 20 funcionários, que vieram da área de atendimento ao cliente. O critério para a escolha dessas pessoas foi a intimidade com as redes e um bom texto.

“O que faltava para esse grupo era aprender sobre como funciona o mercado de redes sociais e marketing digital. Para preencher essa lacuna, participamos frequentemente da maioria dos eventos com esse foco”, diz Marcelo Salgado, gerente de redes sociais da instituição.

Salgado destaca que os eventos têm duas aplicações diretas. A primeira é o contato com os principais temas do momento, o que abre a possibilidade para um estudo posterior. A segunda é o relacionamento com outras pessoas do mercado.

“Essa troca de experiência em um mercado que é relativamente novo é imprescindível para o desenvolvimento do funcionário”, ressalta.

A companhia aérea americana América Airlines optou por abrir um único escritório para cuidar do segmento de mídias sociais da América Latina. A principal atividade do departamento, localizado em Lima, no Peru, é a criação e monitoramento de Fanpages (página empresarial do Facebook) específica para cada país.

Curso de Redes Sociais

Postado por:

Vincent Benedicto: Diretor de SEO (Search Engine Optimization) e Marketing Online da Griff Art & Design.

Nenhum Comentário.

Comente esse Post