Curso de Redes Sociais - Inscreva-se Já!

Internautas usam redes sociais para fugir de blitz da Lei Seca em SP

Desde 2008, quando a Lei Seca ficou mais rígida, a Polícia Militar de São Paulo faz operações na capital para tentar pegar quem insiste nessa mistura perigosa: bebida e direção. Fonte: G1
Mas quem continua bebendo e dirigindo faz de tudo para fugir das fiscalizações e até usa a internet para isso. Pelas redes sociais, as pessoas informam onde há bloqueios e os motoristas mais rápidos conseguem desviar o caminho.
Na noite de sexta-feira (14), pouco depois das 21h, em uma rede social na internet o primeiro alerta: “BOLS gigante Avenida Inajar de Souza, sentido marginal Tietê.” Bols é a abreviação para Blitz Operação Lei Seca.
Na tentativa de surpreender os motoristas, em poucos minutos, a polícia mudou de lugar. Deixou a Avenida Inajar de Souza, na Zona Norte, e foi para a Avenida Edgar Facó, na mesma região. Para os motoristas que sempre passam por aquela via, a blitz não era novidade.
O problema é que as luzes dos carros da polícia podiam ser vistas de longe.E como havia um desvio antes da blitz, os motoristas mais espertos aproveitaram para desviar dos policiais. “Estou fugindo do comando”, admitiu um homem, que disse ter tomado “uma cervejinha” após o trabalho.
Quem passava pela blitz era convidado a soprar o aparelho que mede a quantidade de álcool no organismo. Perto dali, na pista local da Marginal Tietê, um motociclista estava caído no chão. Ele passou na guia, caiu e bateu em um poste. O cunhado que vinha em outra moto disse que os dois tinham acabado de sair do trabalho e antes de ir para casa resolveram dar uma paradinha e tomar uma cerveja. “Uma cerveja só”, disse ele.

Agilidade
Durante toda a noite os internautas foram rápidos com as mensagens e a polícia tentou ser ágil para mudar os pontos de fiscalização. “O fator surpresa impera nessas operações”, disse o tenente da PM Vinicius Schut.
Quando entra a madrugada de sábado (15), na região central da cidade, a PM monta uma blitz na Rua Amaral Gurgel. Quem entra na via, não consegue escapar da fiscalização. Em apenas uma hora, 115 motoristas são parados.
Cinco foram pegos dirigindo sob efeito de álcool. Para eles, que tiveram a carteira de habilitação retida, a noite terminou na delegacia. E ainda vão ter que pagar a multa de quase R$ 1 mil, podendo responder a processo por embriaguez ao volante.

Curso de Redes Sociais

Postado por:

Vincent Benedicto: Diretor de SEO (Search Engine Optimization) e Marketing Online da Griff Art & Design.

Nenhum Comentário.

Comente esse Post