Curso de Redes Sociais - Inscreva-se Já!

O que mudou no Google Panda

Em 03/11/2011 o Google novamente modifica seu algoritimo. Fonte: SEO Training e Midias Sociais
As mudanças são para que os usuários encontrem resultados mais atualizados. E isso afetará com certeza os sites que não atualizam os seus conteúdos regularmente. Por ex: Se você procura no Google por Olimpíadas, o Google entende que você quer saber assuntos relacionados com as próximas Olimpíadas e não com as Olimpíadas passadas, mesmo que você não especifique que você quer saber das próximas olimpíadas.

“Dado o ritmo incrivelmente rápido em que move-se informações no mundo de hoje, as informações mais recentes podem ser da última semana, dia ou mesmo minuto e dependendo dos termos de busca, o algoritmo precisa ser capaz de descobrir se um resultado de uma semana atrás sobre um programa de TV é recente ou se um resultado de uma semana atrás sobre notícias de última hora, é muito antiga. Completamos nosso sistema de indexação web cafeína no ano passado, o que nos permite rastrear e indexar a web para novos conteúdos rapidamente em uma escala enorme. Aproveitando o impulso da cafeína, hoje nós estamos fazendo uma melhora significativa para o nosso algoritmo de classificação, que os impactos mais ou menos de 35 por cento das buscas, melhor determina os up-to-dates dos resultados relevantes para os termos pesquisados.” (Texto traduzido do blog do Google).

Além disso, os comentários feitos em sites ou redes sociais (como o Facebook) também serão exibidos nos resultados. Portanto, hora das marcas ficarem atentas! Com as mudanças, qualquer usuário poderá ver o que estão dizendo sobre determinada empresa, independente de serem críticas negativas ou positivas.

Para finalizar, as consultas do Google são classificadas da seguinte forma:
Vital – Útil – Relevante – Pouco Relevante – Spam – Off-Topic
Como o Google interpreta essas consultas:
Ação, informação e navegação.

Mas, por mais que os engenheiros do Google tentem chegar a perfeição no algorítimo, algumas consultas tornam-se ambíguas. A função da ambigüidade é sugerir significados diversos para uma mesma mensagem.
Por ex: Se você pesquisar no Google.com por “Apple” o significado dessa palavra é maçã, no entanto, a relevância da consulta vai para a pagina da apple.com fabricante de computadores. A menos que você pesquise pela “Fruit Apple” a relevancia da consulta vai para página do Wikipedia que fala sobre a fruta maçã.

Outro exemplo de ambiguidade no Brasil.
Se você pesquisar no Google.com.br por “Uva” a relevancia vai para a página da Universidade Veiga de Almeida. Se você quiser saber informação sobre a fruta, terá que pesquisar “Uva Fruta”.
Muitas outras mudanças significativas foram feitas inclusive no PageRank.

Se você quiser ficar por dentro de todas as mudanças feitas no algorítimo do Google e saber o que fazer para tornar seu site relevante para ter um bom posicionamento no Google e outros buscadores… Inscreva-se agora na próxima turma do Curso de formação SEO – SEO Training e Midias Sociais

Curso de Redes Sociais

Postado por:

Vincent Benedicto: Diretor de SEO (Search Engine Optimization) e Marketing Online da Griff Art & Design.

Nenhum Comentário.

Comente esse Post